EU NÃO GOSTO DE CAFÉ!!!

Olá a todos vou postar aqui um texto publicado no GIGPLACE pelo Tiago Borges espero que o texto/desabafo sirva de alerta para muitos…

Eu já tentei entender o tal do ‘cafezinho’ e até hoje não consegui entender, a tal história de faz aí que eu te dou um por fora, ou te pago o café e por aí vai.

Mas se a história do cafezinho é passar um valor qualquer , se você não entendeu isso .. até mesmo por boa fé não combinou nada antes, eu sinceramente não concordo de forma nenhuma.com esse tipo de acerto. Já vi vários casos do “café” ser só promessas, no fim nada de felicidade no bolso. Outras situações que vi, foi promessa do tal agrado, onde uma equipe composta de: operador de som PA, Monitor, Luz e Painel combinarem R$ 50,00 de “ agrado “ e no fim eles realmente receberam os 50, mas não explicaram antes que era 50 para cada um, ou seja, todo um trabalho por R$ 12,50.

Já vi pessoas ralarem mais que em sua própria banda por causa do “ faz me rir “ que no fim saiu por R$ 20,00 e não dianta nem chorar era só isso e fim de papo. Também pessoas saírem na porrada ou jurarem que na próxima ia pegar o tal prometedor de pancada por causa de ter ganhado a esmola. Isto sem falar de ouvir as ladainhas de na próxima esta banda ia ter que compensar as “risadas que não rolaram dessa vez “.

Enquanto existirem os bestas, existirão os espertos. Enquanto tiver aquele que tiver maior experiência em um equipamento e vender sua “Expertise” pelo tal do cafezinho, terá sempre o experto que dirá que este cara com experiência fez pra ele por miséria, então o outro que tem tanta experiência quanto a do garoto cafezinho do caso anterior terá que fazer por menos ainda.

Quando será que teremos o discernimento que nosso nome é nossa marca? Que o que fazemos é o produto que ofertamos? Que o que investimos em conhecimento o tal “ faz me rir “ não faz a menor cosquinha no que já gastamos em estudo, revistas , workshops e etc..? Será difícil entendermos que cobrar menos pelo seus serviços , mesmo que já esteja ali pode parecer uma proposta tentadora, mas será que este ato será interpretado corretamente no futuro?

Quando formos cobrar o valor cheio do pagamento pelos seus serviços ?

Imagine um dentista que esta fazendo um tratamento para você , faça a ele a seguinte proposta. Dr, já o Sr esta fazendo um excelente trabalho , o que acha de fazer um pacote pro resto da minha família por metade do preço normal, pense aí qual a resposta que você vai levar.

Esta situação me faz lembrar uma palestra motivacional que ouvi um dia, da pessoa que foi contratada para consertar o equipamento, apertou o parafuso e cobrou muito caro. O contratante reclamou o motivo pelo qual seria tão caro o serviço prestado e a resposta que recebeu foi que apertar parafuso qualquer uma aperta, agora saber qual parafuso tem que ser apertado teve todo um investimento em conhecimento e isso fazia toda a diferença.

Devemos parar de nos leiloar, por muito tempo quis entender a bolsa de valores, ainda não entendo, mas o pouco que me foi explicado e em resumo o seguinte: as ações de uma empresa sobem e descem em relação ao quanto esta empresa tem valor no mercado, se ela se destaca e esta na frente das suas concorrente suas ações permanecem em alta, se ela se acomoda deixando de ser atualizada e criativa as suas ações caem essa é uma lei básica de mercado e notem ela se aplica a qualquer mercado ate no nosso show business. Agora reflita um pouco …. Como está seu nome no mercado?

Abraços,

Tiago Borges

Membro do GIGPLACE ele tem lutado em Brasília por melhorias da nossa classe e foi um dos articuladores da inclusão das categorias de técnico de áudio e iluminador no PEI = Programa do Empreendedor Individual. Saiba mais: http://www.semvalor.com.br/